15 de dez de 2009

Se o mundo inteiro me pudesse ouvir, eu tenho tanto pra contar...

...dizer que aprendi.

E aprendi, comecei o ano pedindo paz, amor e bem, hoje eu sei que o certo é pedir sabedoria e coragem e ter amor próprio e fé, que você consegue absolutamente tudo .
Aprendi com meus novos amigos, minha nova rotina, meus novos desafios. Aprendi também a me ver, como eu sou, o que quero e porque sou . Aprendi que seus amigos de sempre, sempre serão seus amigos e sempre serão os mesmos banguelas e remelentos da terceira série, mesmo que cresçam, ainda serão eles que te farão sorrir. Aprendi que nossos pais nem sempre estão certos, nem sempre sabem tudo e que nem sempre estão preparados para nos segurar e evitar o tombo, às vezes eles nem vêem a gente cair, são, de fato, crianças como nós. Aprendi que o melhor colo do mundo é o do travesseiro e que a melhor conselheira é a consciência . Aprendi que o que dói na gente geralmente dói muito mais nos demais. Aprendi que o nosso amor de verdade nunca sai do nosso lado, mesmo magoado, mesmo desacreditado. Aprendi que escolhas erradas sempre deixam cicatrizes, que podem ser as de um piercing no umbigo, ou as de uma eterna desconfiança. Aprendi que as pessoas que sonham alto, voam alto, e são aquelas que você vê batalhando pelos sonhos. Aprendi que as pessoas que mais criticamos são as mais parecidas conosco. Aprendi que nós sempre, SEMPRE, podemos mudar. Aprendi que ser eu mesma significa ser um leque de possibilidades tão grandes e tão desconhecidas, quanto comuns e óbvias.
Aprendi que quem tem fé, sabedoria, amor próprio e coragem, tem tudo que precisa .

E eu não quero nada de ninguém, quero apenas o justo, pela minha obra, pelo meu esforço, pelo meu trabalho, pela minha competência e pelo que sou .

10 de dez de 2009

Jurei mentiras e sigo sozinho, assumo os pecados.

Objetivar-se, nivelar-se por cima, lutar pelo seus sonhos.


O maior desafio de crescer é definir sozinho seus próprios parâmetros e estabelecer metas para ultrapassar, é admitir-se um ser novo a cada dia, é aceitar que as pessoas tem defeitos e erram, é crescer com os próprio erros e com os erros alheios, e crescer com seus sonhos, e crescer com suas aquisições, é fazer da vida um processo infindo de amadurecimento, é estar consigo, amar-se e viver cada realização, cada sorriso, cada dúvida. Ostentar o prazer de pensar grande, se nivelar sempre por cima, fazer dos sonhos uma realidade, e tudo isso com tenacidade, sagacidade e, sobre tudo, humildade.
Humildade para se compreender humano, passivo de erro, humildade para ouvir, humildade para não fazer de ninguém escada para o sucesso e humildade para descobrir que crescer geralmente é andar sozinho e de pés descalços, mesmo quando o chão for quente, mesmo quando as depressões do chão te machucarem. E ainda assim ter na humildade de se saber vencedor, um sorriso estampado no rosto e braços abertos para acolher os que te levaram pela mão até o topo do mundo, do seu mundo.




Amém.












Para ler ouvindo : Sangue Latino - Secos e Molhados / Como os nossos pais - Elis Regina .

3 de dez de 2009

S.E.X.O.



Corram mamães, escondam suas filhinhas e abasteçam o estoque de camisinha dos seus mancebos porque com a proximidade das férias e nada melhor que o calor e roupas de banho para fazer os hormônios borbulharem.

Verão, praia, sol, fornicação - como diz Buriti - a mistura que vai bombar nesse verão. (Xênti, desde que o mundo é mundo,né? Nude é literalmente o novo preto.)

Certo que nem todo mundo transa, já transou, vai transar nos verões da vida, mãs as pessoas pelo menos podiam parar de fingir que sexo é só para reprodução, porque não existe nada mais irritante que transformar sexo em tabu.

Mas o que assusta de fato é que é um tabu muito difundido, especialmente entre as meninas. Acreditar que garotas não transam, não sentem desejos sexuais e são puras e castas é, além de ignorância, machismo.

Não, não acho que seja sensato para qualquer pessoa - independente de ser homem ou mulher - sair transando com qualquer coisa que tenha os 4 membros e duas orelhas. Especialmente porque não somos puramente instintivos, sexo não tem que ser vulgarizado, mas também não deve ser tratado como algo de outro mundo.

Entretanto, quando passa por nós uma menina que já transou rola o comentário : " É queeeenga, Deuzémais, ela até já deu " MAS HEIN?! Não quero fazer as horas de Tati Quebra Barraco mas : " É dela, é dela, quem deu foi ela. " . Se rolasse de um menino passar, certamente ninguém diria que ele era quengo porque ele já transou, até porque todo mundo acha muito normal os garotos começarem a vida sexual aos 13 anos. Eu não acho.

Primeiro que aos 13 ninguém está no apogeu da maturidade, nem física [s]e muito menos[/s] nem psicológica. E quando eu digo ninguém eu quero dizer nem meninos, nem meninas. Quanto mais cedo se assume responsabilidades - inclusive as sexuais - mais estapas são queimadas. E meus chuchuzinhos, nós sabemos que vivenciar as etapas do nosso próprio crescimento, e conhecer nosso corpo é fundamental para usar ao longo da vida.

Entonces, eu sei que é constrangedor, mas amigão e amiguinha, batam um papinho com seus respectivos tutores a respeito de sexo, é a melhor fonte. Mãs casos sua mãe não se sinta a vontade para falar contigo sobre o assunto, ou seu papai não aceite que a princesinha dele tenha muito lipídio hormonal, procure um especialista. Porque tão importante quanto não banalizar o sexo, é descobrir a própria sexualidade.


No mais, para ler ouvindo : Ultraje a rigor - Sexo . :*

2 de dez de 2009

Primeira impressão é quinem praga de mãe...

O mistério Da simbiose das bolas de chiclé.

Marketing Pessoal, ou você tem, ou você tá encrencado(a).
Nem preciso dizer que estamos num mundo capitalista onde absolutamente todo mundo quer vender uma ideia, ou um padrão de vida e que para isso é importante que você seja você mesmo e venda a sua própria ideia e não a duzôto, né?

Coisa um: Quem diz que "marketing pessoal é o mesmo que reputação" são aquelas velhotas moralistas que eventualmente atendem por 'vó, ou por carola de igreja.
Coisa dois: Se você é uma menininha com menos de 18 e não entrou na faculdade, nem tem namorado, ainda assim considere relevantes as dicas da sua avó, falou ?
Coisa três: Se você tem 1) personalidade 2) grana e 3) um monte de convite para qualquer lugar
(Carro e Grana - Leoni), você provavelmente está com seu marketing ok, vá dá um rolê por aí, cativar uns brotos com a sua caranga envenenada.

Pequena obs : A coisa um só vale Em cidades com mais de 500.000 habitantes . E fora da escola, pelamor de DEUS não se atraque com seus coleguinhas, não é lekaol, DIK.

O que você veste, com quem você anda, o que você lê - Inteligência é afrodisíaco, melhor que estar com a gata e pá... rolar aquela catuabazinha, tcherto? - , o que você ouve e a sua vibe são coisas que transmitem o que você é para quem te ver, quem flerta contigo e quem quer de qualquer forma se aproximar para nutrir qualquer tipo de relação.

O que você veste diz muito a respeito de você, inclusive economicamente right?, entonces não vista a roupa que a sua mãe escolheu, não vista roupas baseado(a) na moda, vista-se dentro do seu estilo, se você gosta de vintage não saia por aí com tons fluo só porque está na moda porque se você não se sentir a vontade com a roupa, provavelmente passará uma mensagem errada e nós sabemos que não é o que ninguém quer. Ou seja meu querido, se você é o filho mais novo do All Capone não comece a se vestir do dia para noite de Playsson, porque além de não se encaixar com o seu lifestyle a roupa vai fazer você parecer para quem já lhe conhece: um retardado total. Para quem vai lhe conhecer : sou capaz de apostar que você não vai gostar das pessoas que vai atrair com esse figurino . ( A não ser que você sofra de transtorno de personalidade ! )

Com quem você anda ? Eu sei que é feio e antiquado, mas diga-me com quem andas que eu te direi quem és. Amigos devem ser escolhidos a dedo sim, porque eles são possivelmente as pessoas mais importantes do processo de crescimento contínuo de um ser humano, e são as pessoas que , exceto pela sua família, sempre e incondicionalmente estarão contigo. Então não caia no conto do " amigo de buatchy ", " amigo de confidência ", " amigo de escola ", para ser amigo tem que ser bom o suficiente para estar contigo em, todos os lugares e poder, portanto ser uma ponte entre você e o mundo exterior. Então minha cara(o), se não quer comer lavagem, não ande com os porcos, se gosta de pérolas toca aqui e vamo-que-vamo.

O que você lê não é só importante, é fundamental, pessoas inteligentes são universalmente admiradas, você se sente reconfortado conversando com alguém que tenha papo, e não fale só de sapato/carro/maquiagem/mulher, porque é REALMENTE re-vol-tan-tê interagir com gente desprovida de cultura . Ou seja, melben, se você não gosta de ler aprenda a gostar, busque livros de linguagem menos sofisticada e leve, de leitura rápida, vá testando um deles vai apaixonar você e então se seguirá um casamento próspero. Nada melhor que um bom recurso lingüístico para cantar e encantar ( Vide Gabriel Pensador - Rap do Feio )
No quesito o que você ouve, o negócio é bem simples: O melhor jeito de começar uma conversa é falando de música, pessoas ecléticas são pessoas que tendem a ser bem e multi-relacionadas principalmente porque nunca falta assunto, cada um tem suas preferências musicais, CLARO, mas ouvir apenas um gênero musical é o tipo de coisa que só pessoas ligeiramente desprovidas de [s]cérebro[/s] cultura fazem, já que é muito mais fácil apreender a respeito de culturas em geral através da música.

Por fim a vibe é o seguinte: se você sempre estiver emburradë, de cara feia e reclamando jamais ninguém vai se aproximar de você, porque mesmo pessoas igualmente desagradáveis terão medo de você. Ou seja o melhor cartão de visita é um sorriso, tome um bom banho de sal grosso, com arruda e guade o seguinte mantra : ema ema ema cada um com seus póbrema.

Afinal, nada como uma boa primeira impressão para abrir portas, janelas e afins, né?




1 de dez de 2009

Luz dos olhos para amanhecer, é só você estar.


Hoje estou uma azia, quente ( lê-se sentimental ) e indigesta.

Pensei muito, mais que o normal, e já que eu sou superficial, fria, egocêntrica, egoísta e ególatra toda vez que eu penso demais eu fico sentimental, mas como eu não sei lidar bem com sentimentos meu sentimentalismo pode ser facilmente encarado como uma postura agressiva, e para o desfecho da Ópera D'eu eu começo a despejar verdades sobre as pessoas.

Rasgação de seda.

Acontece que as únicas pessoas no mundo que suportam meus transtornos de humor são respectivamente: Pazzen, Farias de Sousa, Buriti e Dude. Pazzen me dá uns tabefes e manda eu me comportar como um ser humano normal, Farias critica analiticamente - né que ela treina para a futura profissão, menine ? - meu Super, alter, über e qualquer outra coisa-ego, Buriti me estimula a ser alguém melhor ou a rir dos meus erros e aprender com eles. E Dude me diverte, me anima e eventualmente vai no teatro comigo só para me agradar.

Fim da rasgação de seda.

E então eu me ponho a questionar, como sempre, as nossas atitudes nessa terra chata e feia. O tema de hoje é relacionamento, prontofalay, simples assim. Adoro ser psicóloga dos relacionamentos alheios, gosto de verdade de ver as pessoas nutrindo seus amores, os vendo crescer e blábláblá caixa de fósforo, mãs existe um "póbrema" nisso tudo.
Independente do caráter do relacionamento temos tendências óbvias de estereotipar as pessoas com as quais vamos no relacionar e atribuímos a ela valores e impressões que são absolutamente nossas, é o tipo de situação fadada a decepção mútua.
Quando não, fazemos o seguinte, admitimos pessoas diferentes mais queremos relacionamentos iguais, senão ao da sua melhor amiga(o), igual ao seu anterior, e aí colhega está tudo mais que fadado ao fracasso, porque simplesmente não vai andar, relações não são jogos-de-memória, não tem par a história NÃO se repete e cada experiência é unica.
Mãs se você não idealizou a pessoa, nem o relacionamento e quer aquele relacionamento com aquela pessoa que :
a) você perdeu
b) é gay e NADA vai mudar isso
c)não te quer nem pintado de ''oiro'' com azevinhos
d) TODAS AS ALTERNATIVAS

Te digo, colhega, se mata. :D

Entretanto se você acredita em recomeço de vida ou se não é alguém raso, se você aceita " Eu te amo " como new black... Tudo certo, vá em frente ...


Abra suas asas, solte suas feras.


-
Para ler ouvindo : Coldplay - The Scientist.





Agradeço a Thássila Deorce pelo curso de Prenância e pelo novo layout, ♥


27 de nov de 2009

Até onde vai ?

Mariana Ros, o maior exemplo de delicadeza que eu conheço. (:



Ser mulher num país machista e patriarcal é uma tarefa difícil, mas ser mulher num país que quer romper com o passado - e presente - machista e patriarcal é uma tarefa digna de " Mulher Maravilha " ! Suas referências familiares te dizem para agir como uma mocinha, para se comportar, para ser feminina, para não ser vulgar, para não falar com estranhos, para não agir como um garoto. Enquanto a mídia te diz que a banalização dos valores é absolutamente normal, que você deve agir de maneira promíscua, que casamentos são instituições falidas pautadas no interesse financeiro, que o estoicismo masculino é o " novo preto " * da estação.
Não, não sou machista, apoio a inserção da mulher no mercado de trabalho, apoio todo tipo de legitimidade de ser mulher, mas não concordo que " produção independente " e " sexo casual " sejam o caminho para isso.
Para estar inserida na sociedade a mulher não tem que abandonar o que culturalmente faz dela uma mulher, afinal a singularidade e a beleza da maternidade é que nos faz mulheres. Negar a condição de delicadeza, sensibilidade e sabedoria de uma mãe, é se negar mulher. Ninguém imagina a mãe como alguém promíscua e inescrupulosa, tanto que " hijo de puta " ainda é uma ofensa gravíssima. Não é ser frágil, não somos o sexo frágil, é ser mulher e agir como mulher, sentar de pernas cruzadas e fazer o trabalho de qualquer marmanjo.
Quem concorda com a mídia de massa que me perdoe, mas esse bombardeio de informação amoral só serve para incrementar projetos como bolsa família e fazer crescer o número de pedintes no nosso amado, idolatrado e subdesenvolvido país.




* Expressão relativa ao que está na moda, o que é básico.



-


Em tempo, recomendo : She will be loved - Maroon 5.

25 de nov de 2009

Força, quando mete o pé na porta é com força.

Somos estimulados a perseguir durante toda a vida sonhos baseados numa cultura segregatória e de caráter opressivo . Casa própria, carro próprio, marido próprio, vida própria, seria hipocrisia dizer que não pretendo me adequar, que sou aficcionada pela marginalização social e que vou viver em prol de me excluir das propostas sociais, no entanto, seria estupidez ignorar a crueldade dessa orquestra desafinada.
Conversando com os adolescentes de 14 à 17 anos não é difícil entender porque é tão esperado o marco dos 18 anos. Ele simboliza a liberdade, bom, teoricamente.
A liberdade na nossa cultura também tem outros marcos, como a independência financeira e a aquisição da casa própria, mas a cada nova porção de liberdade surgem condições para nos manter dentro do arranjo social.
Mas nós estamos livres de que ? Grande coisa fazer 18 anos, mesmo que você saia de casa e pare de obedecer aos seus pais, obedecerá ao chefe, ou ao síndico do prédio, ou a qualquer entidade de maior influência.
Grande coisa ter sua própria casa, carro, estabilidade financeira, marido, filhos se a sua vida é medíocre e você deve satisfações a todos.
Por mais que você persiga a liberdade, você não vai encontrá-la no arranjo social, porque aqui, toda liberdade é condicionada.
Não, eu não sou anarquista, apesar de achar muito bonita a proposta de uma sociedade que é um organismo vivo e por isso se entende perfeitamente e não precisa de governos, nem alegorias de poder.
Mas o que eu não consigo assimilar é porque nós passamos a vida toda perseguindo a uma liberdade, que é completamente utópica e absurda - afinal uma liberdade permeada de condições não é uma liberdade, ou é ? - se a verdadeira liberdade está no pensamento, na expressão, na arte de existir e lidar com o cotidiano.

Não existe liberdade maior que viver.

27 de out de 2009

E há tempos nem os Santos tem ao certo a medida da maldade.

- Mar-Ar-Arcos, hoje eu assisti na tv que o rapaz que te matou foi preso, não consigo acreditar ainda, o mundo - especialmente o meu - perdeu mais um bocado de beleza. Vai sim, fazer muita falta, para a sociedade provinciana, para o encantamento dos olhos, para o embelezamento de mentes, Mestre Marcos.


Os sonhos vem, os sonhos vão, e o resto é imperfeito.[...] Disciplina é liberdade, compaixão é fortaleza, ter bondade é ter coragem, lá em casa tem um poço mas a água é muito limpa. ;*

16 de out de 2009

Além do horizonte deve ter


algum lugar bonito pra viver em paz .






Acredite nos seus sonhos, lute por eles, viva com eles .

Acreditar nos seus sonhos, ter objetivos é fundamental para a sanidade mental de qualquer pessoa e também é fundamental para a construção de uma sociedade melhor. Porque quem corre atrás dos sonhos transforma em prática a idéia, transforma em vida a teoria, melhora o seu mundo e muda o mundo dos demais. Falta a nós a verdadeira vontade de acreditar na vida e nas pessoas, e fazer o melhor pelo próximo.

É hora de por os pés no chão e ir a luta .



Se você não vem comigo, nada disso tem valor, de que vale o paraíso sem o amor ?

14 de out de 2009

Violência que rola .

A coisa toda é uma piada, senão pela falta de segurança nas ruas, pela falta de segurança nos nossos humildes - cárceres privados - lares.
Enquanto jantava, sentada aos pés de minha avó as cores chamativas da televisão roubaram minha atenção, e não contive a minha indignação diante do circo que vi.
A cena toda se resumia no seguinte, uma velha que conversava com um macaco e dois adolescentes, sendo que um era um garotinho morno e sem personalidade, submisso a uma outra que repetia desnecessariamente a palavra treva, a avó pede ao macaco para obedecer a " Entrevada ", que dali a mais um minuto, após uma escalada igualmente desnecessária por um telhado porque estavam fugindo do pseudo-dono do macaco que o escraviza e o ibama não descobre, a menina-treva - entrevada - revela seu plano secreto contra o explorador de macacos : vai sabotar a exposição do explorador de macacos que é um artista plástico renomado - ainda que more no subúrbio, o que não fez sentido nenhum do meu pobre e capitalista ponto de vista - colocando o macaco lá para dar um escândalo.
PÁRA!
Minha avó e minha tia miravam as luzes brilhantes da televisão com um sorriso de conivência no rosto, parecia que eu e elas estávamos assistindo coisas completamente diferentes e então eu divisei no sorriso delas o que um poeta disse certa feita " A televisão me deixou burro, burro, burro demais ", nós reclamamos dos índices de violência nas ruas, dos assaltos, as estatisticas sobre homicídio são horrorosas e alarmantes, mas o que é senão uma agressão moral, uma violência, às sete horas da noite você ser impingido a aceitar que as coisas se resolvem com vingança ? Eu me pergunto, ainda mais, aceitar esse tipo de cena no nosso cotidiano é aceitar que se me assaltam, eu devo assaltar de volta.
Mas, 'pera lá, não é isso que nós condenamos, o comportamento violento ? E o embrutecimento que a tv nos ensina, esse fica de graça ?
A violência não tem que fazer parte de nossas vidas, tampouco de nossos cotidianos, e se fizer, tem que ser banida, tem que ser discutida, esclarecida, uma amiga minha, pela qual tenho um apreço incomensurável disse o seguinte : " Educação vem de casa, violência também. ", assistindo ao freak show da televisão brasileira fica difícil não concordar com ela, nós estímulamos e mesmo aplaudimos a violência e por mais grades, cercas e muros, que existam, cá está ela, sentada ao nosso lado na hora do jantar, e ela é até simpática, uma boa amiga, que nos faz rir, não é mesmo uma ironia ?
Eu não quero ser estatística, obrigada, a questão não é audiência, ibope, a questão não é uma emissora específica a questão é: Até quando vamos ficar sentados aplaudindo uma sociedade decadente, deixando que a decadência dela invada nossos lares e deturpe nossas crianças ?
O principal motivo da violência imperar é que nós a consumimos, nós concordamos com ela, nós nos calamos, nós deixamos a violência impune e sequer nos damos ao trabalho de levá-la a julgamento.
Desliga a tv, vá estudar .

10 de out de 2009

Crer.






A coisa mais bonita na infância é o dom de acreditar, a capacidade de brincar de contente de fazer da vida uma Pollyania sem fim .

E então você se torna adolescente e ver seu mundo ruir, e uma onda de frustrações, decepções, e desilusões, para as quais ninguém sequer lhe alertou.

Sabe Pequeno Príncipe, acho que é por isso que os adultos se interessam tanto por números, acho que eles já cansaram de acreditar e passaram a contar.



1 de out de 2009

Versos Íntimos.

Vês?! Ninguém assistiu ao formidável
Enterro de tua última quimera.
Somente a Ingratidão — esta pantera —
Foi tua companheira inseparável!
Acostuma-te à lama que te espera!
O Homem, que, nesta terra miserável,
Mora, entre feras, sente inevitável
Necessidade de também ser fera.
Toma um fósforo Acende teu cigarro!
O beijo, amigo, é a véspera do escarro,
A mão que afaga é a mesma que apedreja.
Se a alguém causa inda pena a tua chaga,
Apedreja essa mão vil que te afaga,
Escarra nessa boca que te beija!



Augusto dos Anjos.

30 de set de 2009

In Memorian.

Veja o sol dessa manhã tão cinza, a tempestade que chega é da cor dos teus olhos castanhos.
Mas você não está mais aqui para eu pedir para me abraçar forte, não é? Era você quem brincava comigo, se lembra ? Me carregava, me jogava para cima, lembra tio ? Você que escolheu tio, você que traçou esse caminho, mas e agora hein ? E a sua velha e sofrida mãe ? Hein tio ? Lembra quando você dizia que após a morte dos seus 5 irmãos você não seria o próximo ? Então porque entre lutar e morrer, você escolheu morrer ? E o ultraje da sua família frente a mais uma perda ? E o coração da sua mãe ? Suas filhas ?
Numa família de 6 irmãos e 6 irmãs, já foram os seis e agora tio ? Você tem ciência que encerrou um ciclo ? Eu gostava tanto de você, tio . Lembro da gente brincando quando eu era criança, mas faz tanto tempo, tio... Porque as minhas lembranças mais recentes tem que ser tão deploráveis tio ? Você não podia me deixar lembrar de você como um cara bom, que eu sei que você foi um dia, com tantos rumos tio, tantas opções, porque essa ? Agora tio as lágrimas secaram no meu rosto, mas meu coração ainda está chorando .

Para ler ouvindo : Tempo Perdido - Legião Urbana.

23 de set de 2009

Bem vindos a fantástica terra Brasilis, onde a hipocrisia reina e as bundas mexem.

Mas é claro que todos nós sofremos corriqueiramente a sedução do consumo, mais até, é evidente! No bombardeio da mídia, nos holofotes nas vitrines, nos supermercados, farmácias, e mesmo nas igrejas ( O que é no mínimo um cenário desolador ).
Acontece que quando a sedução do consumo chega a quem não tem mais do que a força de trabalho, isso quando tem força para se levantar já que a fome drena as energias de milhões de cidadãos brasileiros, nós nos estarrecemos com o resultado.

A violência cresce exponencialmente.

O número de assaltos cresce exponencialmente...

E a revelia do que possa parecer, as pessoas bem informadas, os donos do meio de produção e de tudo mais que há, nossos digníssimos formadores de opinião estão soltos. , e o que há de mais nisso ? O que há demasiadamente nisso tudo é hipocrisia.

Nos queixamos sem fim da violência e elegemos pessoas corruptas, que não - realmente - não incentivam a violência, pelo menos não diretamente. Elas não sobem nos palanques durante o processo eleitoral e dizem: Roubem, esse é o país da impunidade, eu roubei e estou livre você pode fazer o mesmo. Tampouco fazem manuais de como liderar esquemas de desvio de dinheiro público em cinco lições básicas, mas esses vilões do caráter existem, e não é deles que nos queixamos, e mesmo que nos queixássemos ainda etaríamos errados .

Ora, como vamos falar de uma corrupção de milhões quando nós mesmo compramos lugares em filas do " SAC " por cinco reais, quando nós mesmo estamos bolando artifícios para burlar a lei, quando nós criamos nossos filhos a base de "política não se discute" ?

Não se discute? Porque ? Porque é MUITO, MUITO, cômodo se calar e botar a culpa em terceiros, quando somos nós população hipócrita e passiva que apoiamos a segregação social, racial, política e de gênero. Somos nós os sem postura política, a juventude MORNA, os que apoiam quem " rouba mas faz " .

Só que quando o nosso celular é roubado, ou quando levam a nossa super bolsa Gucci nós subimos nos saltos e aí política se torna não só discutível como também recriminável, quando dói no nosso bolso, quando pesa, quando fere diretamente.

" Tanto faz qual é a cor da sua blusa, tanto faz a roupa que você usa, faça calor, ou faça frio, é sempre carnaval no Brasil. "

O óbvio só tem um caminho, somos todos corruptos e corrompíveis, hipócritas e comodistas, e sabe do que mais ? Eu não sou melhor que isso, mas - pelo menos - eu estou tentando ser, eu estou tentando fazer a minha parte e mesmo que a duras penas sei que o sistema não vai me libertar, mas ele também não vai aprisionar minha mente. Porque ela sim é LIVRE .

5 de set de 2009

Frustração .




As pessoas tem defeitos, mas o que dói é quando elas não somente tem defeitos como também lhe machucam por causa deles. Mas o pior é quando a pessoa que você ama trai suas expectativas, quando ela não te ouve, quando ela te fere intencionalmente.


Quando uma pessoa te fere por ouvir uma verdade, quando ela te fere para defender o próprio ego, aí, sim, dói.

Mas quando essa pessoa foi quem te ensinou a falar a verdade ? Aí, não dói, mata.


Eu sei, mãe, que eu sou uma pessoa em formação, mas você - teoricamente - devia me ajudar a ser uma pessoa melhor, não me transformar numa pessoa que age por conveniência.


Ficar calada e fingir que nada aconteceu seria agir de acordo com o meu interesse, não é mãe ? Não seria justo, ou honesto .


Me diz, mãe, como eu vou me tornar uma pessoa melhor se você não me deixa ser quem eu realmente sou ?


As pessoas boas são as que calam ? As que se calam em função dos próprios interesses ? As que não falam as verdades por medo de perder algo ? Sabe mãe, eu ainda te amo demais, mas é por causa de pessoas que se calam que o meu país é uma merda, que muitos casamentos acabam e que amizades se transformam em tragédias.


Mãe, as relações não deviam ser pautadas na sinceridade mútua ? Mãe, porque eu tenho que te ouvir se eu não posso falar ?


Mãe, porque você não pode me ouvir se eu ainda não estou morta ?

12 de ago de 2009

A vida não é filme, você não entendeu ?




Ninguém foi ao seu quarto quando escureceu, saber o que passava no seu coração... Se o que você fazia era certo ou não.




O melhor ataque não é a maior defesa, é a maior furada!




Você passa tempo demais atacando as pessoas ao seu redor e se perde de você, por um óbvio medo de ser atacada, é.


Agir com arrogância não te torna melhor, nem mais decente, coerente ou mais capacitado para julgar alguém . Aliás se possível rouba de você o melhor da sua vida, o melhor de si mesmo a emoção de viver sem se preocupar em se defender, ou atacar, ou qualquer outra superficialidade.


É hora de viver tudo que se há para viver... Vamos nos permitir.


Se a menina fala mal de você ?


Dane-se, ela é tão insegura e imatura quanto você.

Porque é falta de fibra moral e auto-afirmação falar mal de outra pessoa. ;x


Se as pessoas tem agido de maneira venenosa com você ?


Você não é melhor que elas, se você foi capaz de notar.

Afinal, se fosse tão igênua assim, não reconheceria o veneno .




Na vida real você não pode simplesmente pisar nas pessoas que te atacam, se vingando do mal que elas lhe fazem porque isso é ser tão ruim quanto elas e nunca lhe acresce em nada.


O melhor a se fazer é maximizar seu tempo ao invés de viver em função da opinião pública .


Deixe o que você aprendeu nos filmes....
...Para os filmes. (:



(Créditos à Sueli Ramos que me ensinou em poucas palavras que atacar um desafeto não lhe leva a lugar nenhum, a não ser à vala comum. )

9 de ago de 2009

O tempo não pára,


O tempo não espera .


Nós passamos a maior parte da nossa vida vivendo no passado, nos erros anguistiantes ou nas vitórias jubilosas, choramingando pelos cantos por coisas que já passaram, pessoas que já passaram, roupas, cpomidas e costumes.

Quando não, nos perdemos em devaneios pessimistas sobre o futuro, ou traçamos objetivos infames que sabidamente não cumpriremos. Vivemos na rotina passado-futuro, destinamos boa parte da nossa vida ao controverso hábito de julgar e planejar.

Perdemos o tempo de viver o presente... Não digo que o passado não seja importante ele te tornou o que você é agora e se isso de ser quem se é de alguma forma não te satisfaz, bom você tem o AGORA para mudar isso, não o amanhã, nem o lamentável ontem .

Acontece que se o que você é agora está lhe agradando não viva em função de planejas o que você será amanhã, viva o hoje de maneira responsável, se cultive, e mesmo faço planos, trace objetivos e os alcance pouco a pouco, mas não viva de planos nem de passado.

Os planos são variáveis e o passado é a sua constante mais óbvia, então porque perder tanto tempo de agora com o que foi e o que será. Seja o que foi, e DECIDA, FAÇA, ACONTEÇA o que será. (:



A maior verdade sobre o tempo é que ele se faz em função da sua dinâmica.

11 de jul de 2009

Não julgarais o próximo .


É só o amor, é só o amor que conhece o que é verdade.


Se só o amor conhece a verdade porque nós discriminamos as formas homossexuais de amor ? Vocês, pais, não ensinaram que a coisa mais grandiosa que pode acontecer a um homem, entre os outros homens, é amar ?Que mal há então encarar literalmente essa frase ? Que mal há, visto que os maiores pensadores que já pisaram na terra, eram homossexuais gregos. O que nos cega, ou nos distancia de toda forma de amor ?O que invalida cada forma de amor ? Porque não amar ao outro, porque descriminar o outro que ama um igual ? Porque ?

AMAR É DIVINO.

Deus não odeia os homoafetivos, Deus ama todos os Seus filhos acima das fronteiras culturais, sociais e supostamente morais .


Vocês, caros preconceituosos, vem me falar que a moral está caindo das pernas, que existe uma profunda vulgarização e banalização dos valores, MAS OS SEUS VALORES SÃO UMA MERDA! Porque valores pautados no desrespeito, na soberania em função de [...] e em conceitos inadequados não são VALORES.

Os seus valores, não valem NADA.


Tem o certo, tem o errado e tem você. E tem o que só você pode ser capaz de assinalar como certo para você. Mas não é porque é certo para você que você deve julgar os outros a partir das suas certezas, nós somos seres em constante mudança, não podemos apoiar-nos no conhecido para julgar o que desconhecemos . Temos que conhecê-lo, o que não significa assumir uma decisão sexual que não é sua, e sim se familiarizar com os diferentes tipos de amor e tentar entendê-los.






2 de jul de 2009

Um obsoleto conjunto de sonhos ;


Fazer Direito. Ser impossivelmente magra. Falar com mais fluência. Aprender Inglês (?). Ser mais ponderada. Praticar exercícios físicos. Diminuir o manequim 2 números. Ler mais Clássicos . Assistir Bonequinha de luxo. (y)



21 de jun de 2009

UM APELO!

Num turbilhão de coisas reais, vazias ou não . Mas reais, racionais, comuns e pálidas . Surge a imaginação, como uma dádiva, como um Graal, que pertence a quem é de alguma maneira, íntima e efêmera, crédulo e sabio . Não é tão difícil crer nas evidências de nossa imaginação, e agora não mais condenos os " loucos ", loucos somos nós de acreditar que nada existe, de acreditar no não-acreditar, loucos somos nós de vivermos assim, sem cor, sem brilho, sem imaginação.
Imaginar é o primeiro passo para acreditar, e acreditar é um dom, é acreditar - na verdade - que torna as coisas menos sombrias ou cinzas . Atire a primeira pedra quem nunca se arrepiou por uma história de terror, ou nunca cobriu-se dos pés à cabeça pela menção se algo que foge do padrão, algo sobrenatural .
Não minto, tenho medo do sobrenatural, não por jugá-lo cruel ou de qualquer forma conspirador, e sim por temer que essa minha inclinação a acreditar me leve longe demais, mais longe que os outros talvez e que eu me perca da ci(nza)vilização.
Shhhh, finjamos então! Por um intante que nunca nada existiu, que nada nunca existirá... Vamos ser céticos, obscenamente céticos, se quisermos continuar por aqui.




Como se os montros que temiamos quando crianças fossem menores que a opressão que os esconde de nós.
Como se as fadas, os elfos e as boas entidades, fossem apenas um devaneio infantil e a bomba atômica não fosse uma realidade tão dura.


E eu vos pergunto, GUERRA SIM, FANTASMAS NÃO ? MORRER, MATAR, ROUBAR, TORTURAR SIM, BRUXAS, DUENDES, GNOMOS, ORIXÁS, NÃO ?

Desculpa isso é demais para o meu imaginário.

20 de jun de 2009

Para Camilla Martinez ;

Minha fé é alada e não me é difícil trilhar um novo caminho nesse tortuoso percurso que o futuro sugere, que a gama infindável de possibilidades desenrola num gigantesco novelo a minha frente, e me é impossível me manter incólume ou obsoleta.
Conheço de perto a desagradável sensação de esperar pelo que não vem, a desegradável e aterrorizante sensação de frustração que se apondera sem muitos floreios de meus membros com um formigar característico e vai direto ao meu estômago que se torna repentinamente insaciável !
Mas a fé que é justa pondera e sabiamente opita por elevar-nos de maneira tal que possamos através dela ver que os sorrisos não vem, estão .

About me.

Quando minha alma se aquieta, como numa poça de águas cristalinas, posso me ver refletida, posso reconhecer alguém além das feições costumeiras. Não é fácil re-saber o que já lhe era sabido . O re-saber tem um sabor doce, agudo e melancólico, um gosto proviniente da infância, das descobertas que não se privam de encantos a todo momento.
Acontece que o nosso avanço físico nem sempre acompanha nosso avanço psicológico, por vezes um está mais além do outro, ou elegemos um para empurramos a um nível superior de maneiras pouco ortodoxas. Pois bem, me sinto hoje como se tivesse ignorado uma peça fundamental no quebra-cabeça da minha infância, me sinto hoje como alguém que sofre de síndrome de Peter Pan, me sinto como alguém engolindo aos bocados a realidade a fim de reestabelecer algum traço da infância ou pré-adolescência que foi deixado para trás.
Hoje eu acordei alguém entre Clarice Lispector E Meg Cabott . Questionando a origem da vida, anunciando o amor convenção e acreditando que alguns e-mail, chicletes e papo com as amigas resolva minha problemática espiritual. O fato é que de alguma forma meu cabelo tem aquele cheiro característico de cosmético infantil e meu perfume é excessivamente adocicado, o que combina perfeitamente com sua embalagem rosíssima, bem como minhas unhas estão bem cuidadas e pintadas de vermelho, numa tentativa frustrada de anuncia o meu pró-mulher, que nem quer ser pró de fato.
A paixão segundo GH ou o Diário da princesa ?
Hoje - quem sabe - ambos, amanhã... Talvez... Como saber ? (:

Sei que esse silenciar-me por hora me basta, por hora me faz bem .

15 de jun de 2009

Você que já esteve no céu, foi tudo divertido para você?
























































Chega a hora então de provar tudo que existe, tire agora os sapatos, jogue tudo pro alto, sinta o chão. Aprender a andar descalço num mundo de asfalto e sem coração, até que o mundo gire ao seu redor.
[...]










Vão falar que você não é nada!
Vão falar que você não tem casa!
Vão falar que você não merece, que anda bebendo, que está perdido.
E não importa o que você dissesse se seria desmentido...










Vão falar que você usa drogas e diz coisas sem sentido... Se eu for ligar pro que é que vão falar não faço nada.










Eu procuro tentar entender porque sou importante para você, já que é bem melhor ser importante para si mesmo. Eu não quero mudar! Ser mais esperto, ser mais discreto ?! Já cansei de propostas, dar respostas... Ter que dar certo ...




















Até que o mundo gire ao meu redor.




















O mundo, Capital inicial.

3 de jun de 2009

Indignação .

Não suporto quem ignora a importancia de estudar Sociologia/História/Geografia, porque simplesmente não entendo a incapacidade de olhar para o mundo através dos olhos de um indivíduo social. Que não é nem só indivíduo nem de todo social, mas é os dois. Quem não entende o porque de estudar sociologia não entende de mais nada dentro da sociedade, é - com o perdão da palavra - ignorante .
Não suporto quem atribui a palavra Política a política partidária e já se torna avesso a Política sem saber de fato do que se trata.
Não suporto que não gosta de ouvir verdades por comodismo .
Não suporto quem ignora o certo, e taxa o mesmo por jugá-lo careta. Se ser correta é ser careta, deixe-me cá com minha caretisse .
Não suporto quem é hipócrita.
Não suporto quem não critica a si mesmo em função da sua melhora.
Não suporto quem faz da vida um exercício da procastinação.
Não suporto quem sequer tenta e já desiste.
Não suporto e não entendo quem faz da vida APENAS um oba-oba.
Não suporto quem maltrata crianças e animais .
Não suporto quem vê e acha tudo normal.
Não suporto normalidades, banalidades, futilidades e afins .
Não suporto .

O que não quer dizer que eu não erre, o que não quer dizer que eu nunca tenha errado, mas o que quer dizer que ao menos eu me empenho em sair da vala comum, que eu conheço o errado e que faço de todo o possível para que o mundo a minha volta ( que expressão egoísta ) mude.


E aquela fábula do sabiá que com uma gota d'água ajudou a apagar um incêndio é a mais pura verdade .

30 de mai de 2009

A lógica do óbvio.

Cada vez mais se torna evidente que mudar o mundo depende da mudança da nossa postura.

26 de mai de 2009

Amores cruzados ? Hoje não.








Empolguismo. Tudo invenção do coração juvenil, fulgor, fulgor! O explendido fulgor que urra nas veias vulgarmente e nos leva a cometer equívocos, a ver as situações de um prisma vermelho, cálido e infelizmente, inverossímil.


Amores que surgem do dia para noite, amores que somem do dia pra noite, amores que não são amores, EMPOLGUISMO .


A cara da nova juventude, empolgar-se com a esmola da afeição alheia, a minha cara confesso, uma carência desnessária que vem acompanhada de uma série de súvidas, a cara da adolescência presumo, provar, provar o outro, provar-se, sentir prazer em sentir.


Adolescentes, como eu, são todos, todas e afins, de natureza edonista, interessados no prazer que a vida pode lhes propocionar, vermelho, roxo, azul .


Mas o prazer é uma faca de dois gumes, ele ludibria, ele traz no encalce consequências que são cicatrizes na alma, que mais tarde serão denominadas experiências. E toda experiência tem um resultado, nem sempre positivo .


É importante correr, mas é ainda mais importante saber quando parar, quando o prazer é ingrato, e quando o amor é apenas carinho ou carência. Não se deixa levar, não ser só instintos, não seder ao impulso, pensar e agir, nessa ordem .

Você não sabe ? Aquilo que falei foi pura empolgação! Espero desfazer essa situação. Amores cruzados? Hoje não. ( K-sis - Amores cruzados )

9 de mai de 2009

Menina de azul.


De azul, com carrinho na mão, bola no pé, manejo de pipa no olhar, no sorriso aquele brilho infantil, uma menina não tem que ser uma boneca, afinal . Criamos nossas filhas para quê? Para seguirem um padrão estético-moral-social que a sociedade impõe e que acatamos em silêncio . Qual é o problema afinal de uma menina driblar, fazer embaixadinhas e transformar a bola de futebol em um abrigo ? Porque implicamos tanto com aquelas garotas que taxamos vulgarmente de " oferecidas " ? Acontece que nós ainda pensamos atrasado, ainda vemos o mundo com os olhos dos nossos avós. Acontece que nós não nos valemos do cientificismo para analisarmos as situações, fazemos juízo de valor, mas baseado apenas no senso comum.

O problema mora aí, críticas embasadas em senso comum são críticas pré conceituadas, pré conceituosas, são críticas sem virtudes . E esse tipo de crítica não leva ninguém a lugar nenhum. E daí que Maria quer jogar bola ? E Daí que Ana quer ficar com quantos garotos ela quiser ? E daí que Teresa é Mecânica ? Porque por uma série de implicações morfológicas, que nem implicam tanto assim as mulheres devem ser tratadas como rainhas... do lar ? Sempre ? Porque o meu irmão pilota moto e eu piloto fogão ? Onde tem escrito que tem que ser assim ?

Leis de defesa do direito da mulher deveriam ser implantadas, não é só a violência doméstica que nos assola, é a violência moral, e não existem leis específicas para punir patrões que desempregam mulheres grávidas, ou recusam curriculos femininos por nos julgar mais fragilizadas. E sabe o que nós fazemos enquanto isso ? Tricotamos com a vizinha, falamos da novela, pilotamos resignadamente nossos fogões e vivemos para sermos a mãe exemplar dos nossos filhos.

E para não se nivelar? Tem que se mexer mulherada, tem que dar a volta por cima, tem que superar as expectativas, tem que ter voz ativa, tem que mostrar que dá para ser SIM algo além da marionete que lava, passa e cozinha. E não é se transformar em homem que vai mudar a situação, e sim romper com os paradigmas da sociedade em cima do salto quinze, ser um pouco Che, sabe? Endurecendo sem perder a ternura.

Não esqueça o rosa, mas ouse provar o sabor de estar de azul.

8 de mai de 2009

WHAT YOU WAITING FOR ?


Comumente é dito que " burra " é a pessoa que erra, numa triste analogia com um animal típico dos interiores, principalmente nordestinos, entretanto a chamada " burrice " não consiste no erro em si, e sim na insistência do mesmo. Porque existem vários jeitos de errar, como por exemplo quem mesmo tendo cultura, estudo e toda uma gama de conhecimento, erra e insiste no erro. Ou quem erra não por não saber discernir o certo do errado, por achar que o que é socialmente desprezível não é necessariamente errado, e que o erro está na sociedade, e não em si . E por fim, existe aquele que erra por ignorar a realidade, por omissão .

Ninguém passa uma vida inteira sem cometer esses erros, mas é importante errar para que se aprenda com o erro. Porque sosmos seres humanos, não somos perfeitos e vivemos em constante aprendizado, mas isso não justifica repetir erros, não justifica errar porquer quer e justifica menos ainda errar por se calar .

Não gostou ? Diga ! Não engula as coisas que lhe enfiam goela abaixo. É tão simples falar, juntar

um bocado de palavras numa frase e articulalas de maneira compreensível para o interlocutor. Quem se cala erra duas vezes, erra por se calar e por compactuar com o erro alheio. E não resolve dizer que não faz o certo para não ferir quem tá errado, pode soar radical, mas é de extrema importancia que se tua mão estiver lhe ferindo você a jogue fora, mas não sem antes cortá-la.

Por mais que você ame alguém, é importante não se omitir, afinal não se pode amar só ao outro, é necessário que preze pelo próprio bem estar. O amor não acaba, já a paciência... Quem disse que quem ama, ama mesmo os defeitos irreversíveis, estava bastante equivocado, quem ama tolera os defeitos, mas não tem que tolerar calado, e quando nem falar resolve mais cria-se uma lacuna no amor. As pessoas cansam .

E pelo que você está esperando? Por um agravamento da situação ? Não espere, FALE! Liberte-se das amarras de um silêncio incômodo. E seja feliz.

A única coisa pela qual vale a pena se calar, é para ouvir . Porque só quem sabe ouvir, só quem escuta, contesta . Quem se cala é por tabela surdo. Não adianta saber falar sem saber ouvir.
Take a chance you stupid ho ; What you waiting for ?

3 de mai de 2009

Gentileza, Sutileza e afins

Se acha malandro o bastante pra julgar, olha teu rabo antes de vim me esculachar. Desocupado invejoso é o que tu é, vê se me esquece e vai pegar uma mulher.
Foda-se você, foda-se o que eu faço ou o que deixo de fazer! FODA-SE. Melhor calar a boca se não tem o que dizer.





Very Important POR QUÊ? - Forfun (:

26 de abr de 2009

Meu amor ele é demais, nunca de menos ;

Ele não percisa de uma camisa de uma camisa de Vênus. Ouça o que vou dizer, meu bem me ouça... O que ele precisa é de uma camisa de força. Você é a minha cura, se é que alguém tem cura Você quer que eu cometa uma loucura ? - Se você me quer, cometa. (:


' O signo de Câncer que está envolvido com um nativo de Leão, poderá ter a certeza que será beneficiado pela energia positiva do Leonino.
O Canceriano aprenderá com o Leonino a superar a sua timidez natural, pois o signo de Leão gosta muito de brilhar, de ser visto.
O Canceriano vai começar a ter uma grande atividade social, participações em eventos, festas e movimentações deste gênero.
O Leonino se relaciona usando sua auto-expressão, tem muita iniciativa, adora o lazer, o romance, a afeição, o prazer. Desta forma, não faltará olhares apaixonados para o Canceriano aparentemente indefeso.
Este reizinho também é muito gastão, afinal deve estar sempre bem vestido e perfumado. Talvez o Canceriano, que é mais econômico e controlado financeiramente, tenha que esconder o cartão de crédito algumas vezes.
Os filhos serão mais do que protegidos e paparicados pelos dois signos.
Apenas não deixe de demonstrar ao Leonino que é ele o rei da casa.
~

25 de abr de 2009

Ser midas do avesso.

Porque tudo que eu toco murcha paulatinamente . (:

Dédili.




Um senhor, sorridente, brincalhão, calmo tranquilo e sereno, por trás de um óculos quadrado e um bigode que lhe dar um ar rigoroso, que não dura muito depois de uma piada - particularmente sem graça.

Nereu Ramos é nome de presidente, mas o próprio gosta de dizer que: " em casa eu mando, mas ninguém obedece ", entretanto ele exerce uma influência sem precedentes em todos que o cercam, o meu pai é " o peso da batida do errado que deu certo ", ele ascendeu, ele é bom de VERDADE nisso de ascender, crescer...Ser bom.

E quando eu tenho medo o meu pai costuma ser muito racional, e hoje eu elegi duas, das muitas, coisas que ele já me disse a primeira foi em meio a um discurso derrotista no qual eu dizia qualquer coisa como : " É, pai, mas tudo que começa tem mesmo que ter um fim. " E ele me respondeu, sem pestanejar : " Quem criou essa frase certamente desistiu " .

Ele sabe o mal que faz fugir, ele conhece o presso da omissão, porque o que é desistir senão omitir-se de tentar ? Se existe uma barreira - diz ele - faça dela um motivo para aprender e seguir, não para recuar .

Quem recua tem mais que medo, está além da omissão, mora na falta de coragem .
Quem recua faz de si objeto de administração alheia, não sabendo então administrar-se, conter os medos e domesticar as frustrações, tornando tudo passivo de apredizagem e crescimento .

E agora eu entendo com clareza o " saiba gerenciar suas frustrações " que ele costumava me dizer .


A outra coisa que ele me disse foi :

" Nada pode me fazer mal. Ninguém pode me fazer mal a menos que coloque algo na minha comida, ou atice contra mim alguma coisa para me ferir. Somos todos senhores do que nos acontece de bom e ruim. "


O que me remeteu de alguma forma a oração de São Jorge.



Eu estou vestido e armado com as roupas e as armas de São Jorge, para que os meus inimigos tenham pés e não me alcancem, tenham mãos e não me toquem, tenham olhos e não me vejam, e nem mesmo em pensamento eles possam me fazer mal. Armas de fogo o meu corpo não alcançarão. Facas e espadas, se quebrem sem o meu corpo tocar. Cordas e correntes, arrebentem sem o meu corpo amarrar. Jesus Cristo, me proteja e me defenda com o poder de sua santa e divina graça Virgem de Nazaré, me cubra com o seu manto sagrado e divino, protegendo-me em todas as minhas dores e aflições, e Deus, com sua divina misericórdia e grande poder, seja meu defensor contra as maldades e perseguições dos meu inimigos. Glorioso São Jorge, em nome de Deus, estenda-me o seu escudo e as suas poderosas armas, defendendo-me com a sua força e com a sua grandeza, e que debaixo das patas de seu fiel ginete meus inimigos fiquem humildes e submissos a vós. Assim seja com o poder de Deus de Jesus e da Falange do Divino Espírito Santo.


Para ler ouvindo : Ogum - Zeca Pagodinho .





Ogum, ele nunca balança, ele pega na lança, ele mata o dragão. Ogum é quem dá confiança para uma criança virar um leão.Ogum! É um mar de esperança que traz a abonança para o meu coração.


Você é meu Ogum, pai.

24 de abr de 2009

Só para SE a carapuça servir. (:

Quem muito quer, nada tem se não fizer nada para ter, se o querer for superficial, se o querer não lhe valer muito. Posso até não ter o que eu quero, mas não pela sua frase medíocre e feita, pronta.

Tende piedade Senhor, olha com cuidado e carinho Senhor. Ajuda a crescer pelo caminho do certo e da imensidão. (:

23 de abr de 2009

Deixa ser, como será ?


Eu vou sem me preocupar e crer pra ver o quanto eu posso adivinhar. (:





21 de abr de 2009

Há apenas uma verdade

A que esta é mutável e varia drasticamente de acordo com o dono, afinal todos somos donos de uma verdade característica a qual chamamos vulgarmente de opinião.

Alguém tentou me dizer que um gesto revela quem você é, mas isso é só uma parte de um todo de verdades. Porque é muito fácil olhar as coisas de um ângulo discriminatório, hipócrita e pré-reclinado .

Se você tende a acreditar em algo, tenha a mais absoluta certeza que dianta do primeiro qualquer gesto, sem vacilar, você se apegará de maneira doentia a aquela verdade que é uma fração da verdade, a aquelça verdade que por vezes incrimina, choca e fere o outro.

Mas o engraçado é que você tem um discurso muito ferino no que diz respeito a ferir o outro, o que te torna por tabela hipócrita. " Olha eu enfio a mãozona na sua ferida, agora vem tocar na minha - mesmo que sem querer - vem neguinho ", você se conhece sabe que é de natureza manipuladora e costuma espalhar o veneno de suas palavras numa voz forçosamente melodiosa, muito me admira que a mesma venha me chamar de manipuladora. Acho que no final das contas, todos que tem alguma retórica são, o que não lhe dá o direito de me crucificar, ao menos não pelo que eu não fiz.

Mas sabe o que você não sabe ? Que eu não gosto de brigar com quem eu nutro algum tipo de admiração, que se eu tenho alguma coragem - e eu creio ter - ela se esvai por completo na hora que o assunto é escangalhar os nervos de quem eu GOSTO, e que por isso eu sou adépta do " Tá, tá, tá ".

Você é cheia, entupida de defeitos, e entre eles estão o egoísmo e a infantilidade: é egoísta de não ver o meu lado da moeda, e infantil de manter-se num pedestal imbatível me mandando " recadinhos " até mesmo por depoimentos alheios, e pensa que eu não vejo ? Pensa que eu não sinto ? Ora, meu bem, quem parece gostar de brincar de muralha aqui é você, eu não sou disso.

E mais não sou, também, ao contrário do que você está supondo fingida ou manipuladora, eu sei que erro e estou começando a aprimorar o gratificante hábito de assumir meus erros e não errar mais, você devia aprender algo com as feridas que o teu ORGULHO te causam .

Hoje minha mãe me pediu para te ignorar, num ímpeto materno de acalmar a filha em prantos. Mas para mim é cruel demais ignorar a quem se gosta, mesmo a pessoa sendo uma vaca.


Espero que entenda.

E sabe qual é a única verdade ? É que não há verdade alguma. ;*

11 de abr de 2009

Indecido, quem decide sou eu .


Indecisão ? Não! Decisão sem repercursão, indecisão não existe, o que existe é falta de atuação, porque decididos, todos estamos a algo ou alguma coisa ( VTD, stalingrado ? ) .

Pois quem decide aqui sou eu, e até decidir a ação ou não-ação, a cinética ou a não-cinética já é uma grande decisão, e no fim das coisas indecidir significar estar na dúvida, e não são saber decidir, mas até a dúvida é uma decisão em muitos casos.

O problema não é ter problema, o problema é querer ter problema. (y)

O problemar não é indecisão, é falta de coragem para arcar com as consequências da decisão .


Na minha terra não tem indecisão, porque eu indecido tudo aqui!

3 de abr de 2009

Ego e ismo .

Ego-ísmo, centrismo, sentimentalismo, esfera, acomodação . Vaidade !

Esse é aquele momento em que tudo soa indolente .

Esse é aquele momento no qual você abre mão de tudo indiscriminadamente em função de si, isso chama-se egoísmo.

Mas para toda ação efetiva existe uma reação constante ( e inesperada ). E sobe ao palco a hostilidade, bem vestida com suas casuais luvas de pelica e usando um fino vestido de decepção . E eu duvido muito que do alto do seu pedestal solitário você consiga desviar os olhos, já marejados e aflitos, de uma dama tão serenamente cruel.

Para não lhe doer, meu caro egoísta, para que não lhe caia a máscara desumana, para que não descubram enfim que você na verdade não é tão ególatra assim...A solução é óbvia ! O não se importar distribuido pelas coisa pérfidas e nulas da vida. (:

Desconte a dor, no que não fará mesmo falta, não ligue para a inveja, por exemplo. E distribua na mesma intensidade afeição a quem gosta de você.

Porque você não precisa se abandonar - abandonar o ego - necessarioamente, mas precisa saber comedir suas atitudes, para não ferir quem de alguma forma lhe interessa com a sua doença, meu caro egoísta. :D

8 de mar de 2009

Acho indigno.

Quem tem fome, quem tem sede, quem nem sabe como ter tenha que ter e quem tem tudo não dê valor. Quem procura Deus e tem que pagar dízimo para encontrá-lo. Quem se lamenta de tudo. Quem não ler por preguiça. Quem não tenta . Quem não se joga. Quem maltrata os bichinhos. Quem paga de ecochato. Quem não dar valor aos sentimentos alheios. Quem machuca os outros sem motivo aparente. Quem mente para si. Quem não sabe chorar. Quem fala que ama sem amor. Quem faz sem ter vontade. Quem transforma o sexo em objeto e objetivo, e nada além. Quem acha que é eterno e por isso vai adiando a vida. Quem não sabe amar. Quem não sabe amar. Quem não sabe amar, vive esperando alguém que caiba nos seus sonhos .

Acho indigno, quem vende o corpo, quem vende a alma, quem vende o amor, quem compra o interesse, quem vende o mesmo, quem rouba, quem rouba a boa fé, quem rouba, quem rouba ? Acho indigno um país justificar tudo pelo seu passado e se apoiar nisso para não desenvolver a cultura, para não ampliar os horizontes, acho indigno meninas de nove anos de idade engravidarem, acho indigno a igreja não ter piedade da menina, acho a excomunhão indigna. Acho indigno os traficantes salvarem vidas e denunciarem assaltantes, acho indigno gente nossa ser expulsa de outros países, acho indigno não saber os porques dos quais e afins.

Acho indigno que no dia da mulher nós sejamos taxadas de sexo frágil ; Acho indigno não ter ganhado uma rosa, como a minha mãe, acho indigno que existam mulheres vivendo - ou se anulando - em prol de um homem que as trata como lixo. Acho indigno ganhar panela, vassoura, pano-de-prato, fogão, geladeira e afins nas datas comemorativas só porque eu sou mulher.

6 de mar de 2009

Estequiometria visceral ;


Sempre que existe excesso de um lado, do outro vai existir carência.

Sabe o que é fantástico na escola ? É pegar tudo que é aprendido na sala de aula e ver que isso de fato se aplica no cotidiano, ainda que de maneira inusitada.

No campo das relações interpessoais é comum que as " reações " não estejam balanceadas, e caiam nas suas mãos de químico principiante como uma árdua tarefa . Mas como nas relações estequiométricas existem casos especiais. Pureza, Rendimento e Excesso .

Conceitos :

PUREZA¹ : Quando os reagentes não são puros, para poder calcular-los tem que saber a massa real dos mesmos.
RENDIMENTO² : O produto da reação é inferior a 100%, ou seja só parte do reagente atuou de maneira eficiente.
EXCESSO³ : Quando um dos reagentes desobedece a proporção inicial e se torna sobra no produto.

Relações :

¹ - Sabe aquela pessoa em que você nunca sabe se pode confiar completamente, porque você não sabe de verdade quem ela é ? Taí um exemplo claro de Pureza. Você só pode ter fé naquela pessoa quando você passa a conhecer quem ela é de verdade.
² - Sabe aquela relação que não vai para frente porque você se doa completamente e o seu/sua amante não é 100% contigo ? O que seria isso senão rendimento ?
³ - Essa é a relação estequiométrica que mais chama a minha atenção porque entre outras coisas ela impõe que se há excesso de um na proporção é porque também há a carência de outro reagente, reflita: quantas vezes a gente " se joga " em qualquer tipo de relação, e deixa a desejar ? Porque o resto do mundo não tem que obedecer as proporções da nossa intensidade.



Sempre que existe excesso de um lado, do outro vai existir carência, eu ratifico. E isso se apresenta das mais diverssas formas : excesso de ciúme em um relacionamento, causa uma carência afetiva, carência de respeito, carência de confiança na relação.
Excesso de amor, também causa carência, meus amigos. Nem todo mundo está preparado para receber amor em demasia, e o amor sufoca e provoca a ausência de paixão no outro.
E por fim: Excesso de expectativa, causa carência de realização, levando a reação a ter uma sobra de expectativas inábeis que são apenas frustrações.

E é incrível como no cotidiano é fácil ( extremamente fácil ♪) se achar numa estequiometria viceral e justamente por causa do excesso .

Então, meus caros novos químicos, o que nos cabe fazer dessas reações? Balanceá-las, ! É o que na prática vamos chamar de " comedir ", " sutilizar " ; É tirar um pouco da efusão de maneira sensata. Não se pode, CLARO, destruir a efusão e simplesmente parar de nutrir qualquer tipo de expectativa, o que se deve é ( Homenagem a Nereu Mineiro ) aprender a gerenciar suas frustrações, porque se nem os químicos e sua genialidade fazem com que todas as reações sejam perfeitas, nós também não precisamos nos pratulhar tão duramente se soubermos, contudo, genrenciar as frustrações que virão.




E acredite, elas vem!

18 de fev de 2009

A vida vale muito, a vida vale TUDO.


Morte ideológica é em suma morrer vivo. Morte ideológica só não é pior do que nunca ter tido nenhuma ideologia, só não é pior que nunca ter acredito, só não é pior que nunca ter conhecido a fé. Morrer da idéia, morrer da descrença é morrer moderno, é morrer quase luxuoso no atual agora! É morrer no supermercado, e culpar o governo por inflacionar os preços, é morrer no trânsito e chamar o motorista da frente de irresponsável, é morrer na igreja dizendo que ama Deus acima de todas as coisas. É morrer calando-se, é morrer sem questionar, é morrer se deixando morrer. Porque morno Jesus vomitou*, se é para viver, então que se viva do questionamento e da ação, até mesmo da negação, mas o que não dá mesmo é parar viver de conceitos formados e convenções, o que não dá mesmo é para aceitar o senso comum, o que não dá mesmo é aceitar que tudo do campo ideológico, cultural e moral que você traz consigo é só uma caretisse, e vender isso tudo por ibope na tv, ou mesmo por um tênis da marca 'x' novo.
Se você quer sobreviver, exercite seu senso crítico, saiba que o sensasionalismo, a distorção, a hipocrisia e o mercenarismo estão em todos os lugares, porque cada um quer vender o seu peixe .Se você quer sobreviver... Reclame sim do preço dos produtos, mas reclame também do que a mídia te empurra.Se você quer sobreviver, saia! Da cadeira, do mundo da lua, DO LUGAR COMUM, do " v=0 " e crie o seu próprio MUV *. Se você gosta de viver : Reclame, proclame, CLAME. Manifeste-se .





*¹ - Alusão a passagem bíblica onde Jesus fala aos apóstolos .

*² - Termo físico: Movimento uniformemente variável .
















Créditos: Caroline Pinheiro, pela inspiração . (:

4 de fev de 2009

sem título


De tudo ao meu amor serei atenta antes e com tal zelo e sempre e tanto que mesmo em face de maior encanto dele se encante mais meu pensamento Quero vivê-lo em cada vão momento e em seu louvor hei de espalhar meu canto e rir meu riso e derramar meu pranto ao seu pesar ou seu contentamento E assim quando mais tarde me procure quem sabe a morte angústia de quem vive quem sabe a solidão fim de quem ama Eu possa dizer do amor ( que tive) que não seja imortal posto que é chama mas que seja infinito em quanto dure.


Soneto da Fidelidade, Vinicius de Moraes

( Para ler ouvindo: Teu olhar - Arnaldo Antunes )

2 de fev de 2009

Eu sou um poço de sensibilidade.

Não corrigir nossas falhas é o mesmo que cometer novos erros.


Cômodo, comodismo, comodidade, conformismo, conformar-se, conforme.


Palavras que significam que quando você as é, as tem, as usa, as habita, as propaga, você não sai do lugar. Quando se é ou se faz a figura destas, você se torna marionete das possibilidades, das cisrcunstâncias e a partir de então não se é mais senhor de si.


Revolucionar-se é preciso, fazer de si revolução, paixão.


Sem deixar de lado o seguinte porém: revoluções mudam tudo, embora não sem dor.


E hoje uma moça bonita* me disse que : " Sem sofrer não se vive "












* alusão a música " Dona da minha cabeça " .

30 de jan de 2009

A gravidade é muito pouco para me impedir de voar.


O desejo latente pode arrancar pés do chão, não o carnal, mas o inerte e irrefreável desejo de saborear cada tudo de todas as coisas. É lançar os olhos sobre algo e apreciar a vastidão, de cores e formas; E sentir, com um certo frio na barriga, a liberdade de ser pensante tomar conta de mim.
Criticar, depende de ética, e depende quase exclusivamente dos patamares que limitam e cercam a sua opinião, que são os mesmo que lhe darão asas para voar. Voar além física, além teorias, além ceticidade. Voar, e só. Porque dentro de cada um de nós existe um campo aberto, uma sala precisa*, na qual podemos nos abrigar.
Daí a importância da leitura, ela é o meio mais eficaz, a melhor professora, para quem quer se entranhar na nobre arte de voar em si. Por isso é importante ouvir boa música, e colecionar boas imagens - mesmo que na lembrança - porque esses meios alternativos de leitura lhe ajudam a saber planar, e saber cair. Porque todos que voam sabem que correm o risco de um dia cair, mas só os que sabem voar reconhecem que devem cair.
Às vezes a gravidade é mais forte que você, e faz-se a queda. E a queda é necessária, ela te transforma, te adiciona, te faz crescer. Mas sabe o que é o mais importante de cair? Levantar e voar outra vez, e quem sabe, então cair novamente. Procurar fazer das quedas um motivo para evoluir e não um esconderijo para não ter mais que voar.
Se existir coragem, força e vontade nem a gravidade te impede de voar.


* Sala precisa é um ambiente mágico, descrito nos livros de Harry Potter ( J.K Rowlling ), que se molda aos desejos que quem a frequenta.


( Para ler ouvindo: Forfun - Hidropônica )

28 de jan de 2009

Prostituição.

Qual é o tamanho da sua aflição e onde reside a sua virtude? Estava lendo um artigo de Graciliano Ramos onde ele transforma uma prostituta numa metáfora moderna para Afrodite, me dei conta de que a prostituição vai além dos parâmetros sexuais, a promiscuidade agora se faz presente nas mais diversas relações, e a troca muitas vezes não é por dinheiro e geralmente acontece por carência. Carência dos pais presos no próprio universo, mesmo que com a melhor das intenções, carência dos amigos, que por conta das próprias carências restringem-se a si mesmo, carência dos namorinhos. E nesse ponto eu paro, porque mediante todo esse cículo vicioso de carência, está a explicação do burburinho de muitas mulhres; é difícil encontrar namorado porque é difícil se libertar das próprias carências para juntar-se as carências de alguém e juntos criarem um habitat livre de todas elas. Na maioria das vezes a entrega não é verdadeira, ou então não é recíproca. Aí, colega faz-se necessário o uso do bordão: " É uma cilada, Bino. "


E como se não bastasse ainda existem as pessoas que fazem de sua carência uma justificativa para a não-virtuosidade, nada contra o sexo casual, mas transformar a vida em " te furo, te furo " lifestyle não é legal, não pelo ato em si, mas pelo acumulo de insensibilidade relativa decorrente disso. Portanto evite meios promiscuos, e não só promiscuidade carnal, de ideais também - que pode ser ainda mais perigosa - evite também prolongar seus estados de fossa, e não deixe a carência subir a cabeça. Porque partindo do princípio: Você atrai o que você propaga... Se o seu magnetismo é negativo, baby, vai preparando as pimenteiras, e haja sal e arruda, hein ? :D

27 de jan de 2009

O peso do largo e o sabor do profundo.


, nie ' cct (K) diz:
Eu tenho medo de escolher errado, de deixar de experimentar tudo que a vida me oferece. O futuro é agora e foi antes. O futuro é o produto do passado, sempre. E o passado é o que foi agora.


" Tanto faz qual é a cor da sua blusa, tanto faz a roupa que você usa. Faça calor ou faça frio, é sempre Carnaval no Brasil "


A sinestesia diária.

19 de jan de 2009

Toca fogo!


Em TUDO que lhe faz sofrer.

Esse é o único momento em que a negligência é bem vinda: Não faz bem ? Não ama? Não liga? Não cuida? Não dá pé, não tem pé nem cabeça ? TOCA FOGO, colega. Não literalmente, por favor, incendiários de plantão! Não se deixe abater, e também não deixe que te abatam .
O "inimigo" sente o fedor da insegurança, e ele não vai hesitar em cutucar a sua ferida aberta - mesmo que o suposto inimigo seja seu amigo ;x - E sabe do que mais ? Amor, quando é amor, não dói, não dá medo e não machuca. Se machuca, se te fere, então é vício. E aqui vai uma filosofia barata que tem dado muito certo : Nenhum vício é bom, nada em excesso é bom. E aqui vai uma dica à lá Winehouse, vá para Rehab, meu caro(a), E NÃO ME VENHA COM " NO NO NO ", ok ? ¬¬
Pensar que ninguém te ama não ajuda, existe no mínimo uma pessoa que faça de você um mundo. E você está tão afundado na própria fossa, no próprio egoísmo, que sequer nota quem te ama.
E olha, Karol e Luana, eu amo vocês de chega. (k)


Se não é pra ser feliz, é melhor largar. (:

16 de jan de 2009

Vivo sob o sol.

Eu acredito em magia - repito com firmeza para mim mesma, aturdida pelo céu que se fundia em tons de azul borrados pelas núvens brancas que assumiam as mais diversas formas sob o comando dos meus sonhadores olhos - Não aquela que se despeende de varinhas de condão, ainda que sublime e encantadora transcende muito as barreiras impostas pela ceticidade humana, acredito entretanto, numa magia essencial ocultada sob a forma de energia que emana e participa do íntimo de cada ser vivente, uma magia que atrai e repele as coisas conssoante é estimulada.
Uma magia que se renova a cada nova rajada de ar que lhe assoma as narinas, queimando-as deliberadamente. A cada novo e diferente olhar anguloso que lhe permite ver, ver além . Que é enxergar, enxergar o âmago de tudo com a clareza crucial de saber que aquela é visão única e que jamais se repetirá da mesma forma. Acreditar em magia, é também carregar o fado de saber que você só tem o espaço fragmentado de instantes para prender toda a abobada azul do céu na sua íris.

Picolé de Chuchu ;

Fria e Indigesta !