30 de set de 2009

In Memorian.

Veja o sol dessa manhã tão cinza, a tempestade que chega é da cor dos teus olhos castanhos.
Mas você não está mais aqui para eu pedir para me abraçar forte, não é? Era você quem brincava comigo, se lembra ? Me carregava, me jogava para cima, lembra tio ? Você que escolheu tio, você que traçou esse caminho, mas e agora hein ? E a sua velha e sofrida mãe ? Hein tio ? Lembra quando você dizia que após a morte dos seus 5 irmãos você não seria o próximo ? Então porque entre lutar e morrer, você escolheu morrer ? E o ultraje da sua família frente a mais uma perda ? E o coração da sua mãe ? Suas filhas ?
Numa família de 6 irmãos e 6 irmãs, já foram os seis e agora tio ? Você tem ciência que encerrou um ciclo ? Eu gostava tanto de você, tio . Lembro da gente brincando quando eu era criança, mas faz tanto tempo, tio... Porque as minhas lembranças mais recentes tem que ser tão deploráveis tio ? Você não podia me deixar lembrar de você como um cara bom, que eu sei que você foi um dia, com tantos rumos tio, tantas opções, porque essa ? Agora tio as lágrimas secaram no meu rosto, mas meu coração ainda está chorando .

Para ler ouvindo : Tempo Perdido - Legião Urbana.

23 de set de 2009

Bem vindos a fantástica terra Brasilis, onde a hipocrisia reina e as bundas mexem.

Mas é claro que todos nós sofremos corriqueiramente a sedução do consumo, mais até, é evidente! No bombardeio da mídia, nos holofotes nas vitrines, nos supermercados, farmácias, e mesmo nas igrejas ( O que é no mínimo um cenário desolador ).
Acontece que quando a sedução do consumo chega a quem não tem mais do que a força de trabalho, isso quando tem força para se levantar já que a fome drena as energias de milhões de cidadãos brasileiros, nós nos estarrecemos com o resultado.

A violência cresce exponencialmente.

O número de assaltos cresce exponencialmente...

E a revelia do que possa parecer, as pessoas bem informadas, os donos do meio de produção e de tudo mais que há, nossos digníssimos formadores de opinião estão soltos. , e o que há de mais nisso ? O que há demasiadamente nisso tudo é hipocrisia.

Nos queixamos sem fim da violência e elegemos pessoas corruptas, que não - realmente - não incentivam a violência, pelo menos não diretamente. Elas não sobem nos palanques durante o processo eleitoral e dizem: Roubem, esse é o país da impunidade, eu roubei e estou livre você pode fazer o mesmo. Tampouco fazem manuais de como liderar esquemas de desvio de dinheiro público em cinco lições básicas, mas esses vilões do caráter existem, e não é deles que nos queixamos, e mesmo que nos queixássemos ainda etaríamos errados .

Ora, como vamos falar de uma corrupção de milhões quando nós mesmo compramos lugares em filas do " SAC " por cinco reais, quando nós mesmo estamos bolando artifícios para burlar a lei, quando nós criamos nossos filhos a base de "política não se discute" ?

Não se discute? Porque ? Porque é MUITO, MUITO, cômodo se calar e botar a culpa em terceiros, quando somos nós população hipócrita e passiva que apoiamos a segregação social, racial, política e de gênero. Somos nós os sem postura política, a juventude MORNA, os que apoiam quem " rouba mas faz " .

Só que quando o nosso celular é roubado, ou quando levam a nossa super bolsa Gucci nós subimos nos saltos e aí política se torna não só discutível como também recriminável, quando dói no nosso bolso, quando pesa, quando fere diretamente.

" Tanto faz qual é a cor da sua blusa, tanto faz a roupa que você usa, faça calor, ou faça frio, é sempre carnaval no Brasil. "

O óbvio só tem um caminho, somos todos corruptos e corrompíveis, hipócritas e comodistas, e sabe do que mais ? Eu não sou melhor que isso, mas - pelo menos - eu estou tentando ser, eu estou tentando fazer a minha parte e mesmo que a duras penas sei que o sistema não vai me libertar, mas ele também não vai aprisionar minha mente. Porque ela sim é LIVRE .

5 de set de 2009

Frustração .




As pessoas tem defeitos, mas o que dói é quando elas não somente tem defeitos como também lhe machucam por causa deles. Mas o pior é quando a pessoa que você ama trai suas expectativas, quando ela não te ouve, quando ela te fere intencionalmente.


Quando uma pessoa te fere por ouvir uma verdade, quando ela te fere para defender o próprio ego, aí, sim, dói.

Mas quando essa pessoa foi quem te ensinou a falar a verdade ? Aí, não dói, mata.


Eu sei, mãe, que eu sou uma pessoa em formação, mas você - teoricamente - devia me ajudar a ser uma pessoa melhor, não me transformar numa pessoa que age por conveniência.


Ficar calada e fingir que nada aconteceu seria agir de acordo com o meu interesse, não é mãe ? Não seria justo, ou honesto .


Me diz, mãe, como eu vou me tornar uma pessoa melhor se você não me deixa ser quem eu realmente sou ?


As pessoas boas são as que calam ? As que se calam em função dos próprios interesses ? As que não falam as verdades por medo de perder algo ? Sabe mãe, eu ainda te amo demais, mas é por causa de pessoas que se calam que o meu país é uma merda, que muitos casamentos acabam e que amizades se transformam em tragédias.


Mãe, as relações não deviam ser pautadas na sinceridade mútua ? Mãe, porque eu tenho que te ouvir se eu não posso falar ?


Mãe, porque você não pode me ouvir se eu ainda não estou morta ?

Picolé de Chuchu ;

Fria e Indigesta !