18 de jul de 2010

Desistir -

Quando não dá mais para sorrir
O mesmo sorriso de outrora
E de manhã a apatia é sua Aurora
Quando no cheiro de chuva
Não há mais nada de Mágico
E aquele amor ainda está latente
" Soldado morto, fardo n'outro ! "
Sorri, demente, descrente ...
Queria te falar, se ousasse me ligar
Nunca ninguém ocupará seu lugar.
Mas agora é bandeira branca,
Desisti, sejamos felizes assim:
Você lá, eu cá.

2 comentários:

  1. Redefinir passos, forma mais elegante de vingar o passado. Não acha? Você sempre linda nas palavras.

    ResponderExcluir
  2. Simmm e aqui estamos. Desistindo sensatamente de algumas expectativas que correm o risco de nunca ser mais do que isso e tomar um tempo importante da vida. É um risco. Um passo para longe do que machuca quando não deveria ^^

    Coragem e sorte. Não tanto sobre vingar o passado, mas sobre proteger o futuro. Não sei se concorda, mas eu vou por esse raciocínio.

    Milbeijos, você posta cada vez mais habilidosamente, me orgulha :) Amo-te.

    ResponderExcluir

Picolé de Chuchu ;

Fria e Indigesta !