6 de set de 2008


Estou chorando nesse momento, chorando de saudade.
Saudade de uma amiga que eu mandei embora e de um amigo que deixei escorregar pelos meus dedos inábeis, chorando por ter negligenciado muitas coisas importantes na minha vida em prol de gente que não valia a pena.
E chorando por não saber, por não poder.
Não saber valorizar, ver, sentir quem eu amo.
Não poder ser a melhor amiga que eu deveria.
Me sinto impotente diante da grandiosidade do amor que eu não posso, ou não não sei, botar para fora.

Desculpem por decepcionar vocês, por desistir, por gritar mais que o necessário, por chocar, por não estar sempre presente, por amá-los a ponto de os sufocar, por fazer cenas, por ser arbitrária e por caprichar demais no abraço .



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Picolé de Chuchu ;

Fria e Indigesta !