15 de out de 2014

Eu não vou mais lhe pedir que fique

Os novos ares me envolvem e eu sinto medo, mas continuo seguindo, eu pus os meus pés no riacho, e acho que não os posso tirar. Eu não vou mais lhe pedir que fique, eu não vou mais pedir para ninguém, nunca mais "Não solta da minha mão", as vezes é da vida o "Vai", também. Eu estou satisfeita depois de tudo, eu sei que eu não fui a primeira a soltar a corda, embora tenha experienciado situações limites que quase eliciaram isso. Vai, vai mesmo. Agora eu posso ver, eu sei, vai ser melhor assim, melhor pra você, melhor pra mim. Acho que do jeito que a gente ia, e a gente ia mal, eu ia te perder de qualquer jeito. Espero que entenda, um dia. A minha decisão múltipla pelos silêncios foi por que tem coisa que não deve ser dita, acho que se eu te dissesse tudo o que eu penso e sinto você não poderia aguentar. E acho também que o que eu sinto não é sua culpa, então é melhor mesmo fazer silêncio. Eu te pedi algumas vezes para ficar, e tentei enfeitar seus sonhos, colocar poesia nos seus dias e tolerar seus vícios, suas manias, suas faltas. Não por que eu preciso de você, mas por que eu gosto do seu jeito, eu tenho uma queda pelas histórias tristes, mas acho que essa ficou triste demais. Nunca pensei que eu fosse sentir ódio de você, lembra? Eu não devia ter te dito isso também, mas era como eu me sentia naquele dia, acho que era por que nos meus sonhos de menina você ainda era Good day, Sunshine. E é muito difícil perder alguém que a gente ama. Principalmente quando a gente ama alguém de maneira tão despretensiosa, eu te amei. Acho que eu ainda te amo, por isso eu preciso te dizer: é melhor que vá. Eu apelei para tudo, até pro seu buda, pra sua mística. Não adiantava, não dava mais, tinha esse nó na garganta que não saia, não importa o quanto eu me esforçasse. Você sabe que eu me esforcei. E eu nunca disse que você me decepcionou, embora eu tenha me decepcionado comigo mesma quando percebi que você já não era a mesma. Acho que eu não posso desistir, só de pensar em desistir eu me envergonho, sabia? E eu tive medo um medo obsceno de morrer, mas nenhuma possibilidade de morte pode me impedir de fazer tudo que eu tenho pra fazer. Somos tão diferentes nisso, né? Eu sempre tenho muitas coisas pra fazer e isso quase me enlouquece, eu nem sei bem o que fazer, por onde começar, mas eu tenho. Você não, mas quando você faz - e faz! - é sempre um primor. Você não sabe, mas você é um primor. Acho que eu te amo como a gente, especialmente nós que somos artistas, amamos certas obras inacabadas, certos brancos no fundo da tela, mas eu não posso mais, sabe?  É melhor que vá, mesmo. E eu não quero estar aqui para te ver ir, por que eu sou mesmo muito covarde e por que pensar nisso me mata, mas eu sei que é melhor assim. Melhor pra você, melhor pra mim. Mas olha, quando a saudade bater, apanha e vem, volta, eu te cuido, faço aquele chá de maçã, sigo sua dieta, sua seta, sua sina. Por que você é linda, sabia ? A mais linda que eu já vi, mesmo e ainda que tenha que ir. Desculpa ficar melancólica, eu sei que você odeia me ver assim, embora seja tão normal, quando tudo vai mal. Não vamos mais combinar o batom, mas fica o tom, a cor. Os segredos que eu sei de cor, os pensamentos que li e tudo aquilo que eu não sou e que você não é. Vai logo, poxa, sem suspense, eu odeio assim, você me conhece. Vai ser melhor assim, eu juro que vai, lembra quando eu jurei que você ia ser feliz, parece que eu falhei, mas não foi por que eu quis. Eu tentei, eu juro que tentei te proteger, mas o mundo é hostil, e eu não posso mais. Eu não posso mais lidar com tudo, eu vejo, agora eu vejo, que eu também sou fraca. Se você tivesse ali, justo ali naquele lugar que sempre foi seu, "my spot", você juraria que não e eu riria e a gente passaria horas falando de coisas semifusas e a fumaça quase me sufocaria. Eu queria, eu juro que eu queria, mas eu não posso, sinto muito. Diga a mãe que você vai chegar, talvez antes, talvez sem mim, mas você vai. Porque o que você quer, você tem. Vai ser melhor assim, melhor, eu juro, vou tentar acertar dessa vez, melhor pra você, melhor pra mim. Tem espaço de sobra na casa e no coração, mas eu não vou te pedir que fique. Voa, take these broken wings and learn to fly. Fly.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Picolé de Chuchu ;

Fria e Indigesta !