21 de fev de 2011

Camarada d'água.

Peixinho dourado na história
Peixinho dourado que outrora
Guardava as noites da criança
Ninava sonhos, recriando aventuras
Hoje acalenta a lembrança.
Peixinhos outros aguardam 
De braços abertos n'água clara,
Mar-drugada a dentro, mar a fora.
Nessa fauna e nessa Flora, 
Hora essa, [ ESTRELA ] ilimitada!
Pela hora da história que um dia 
Nos foi contada
Pela boca do primeiro amor fatal, 
Hoje desliza as barbatanas, foge a milhas planas
Da rede
Que mede
O tempo
Da vida
No mar
E impede
Que prospere
ESPERE!
Nós não vamos temer
Não vamos parar de Nadar
Haja o que houver, e há!
AR, que me Bastos ao respirar.





Para ler ouvindo : Camarada D'água - O teatro mágico.

Um comentário:

  1. "E amanheça brilhando mais forte que a estrela do norte que a noite entregou!"

    ResponderExcluir

Picolé de Chuchu ;

Fria e Indigesta !