2 de set de 2013

Domingo de tarde

Uma vida inteira 
Deitada no seu corpo
Trajeto e trejeito 
Minha voz ecoando no seu peito
Meu porto e minha palma, 
Uma vida inteira numa tarde, 
Paratempo
Parafalta
Parapaixão
Pararibalta
Há ainda amor de sobra, nesse peito
Nessa tarde
Seu amor, mais bela obra
Hora que tarda me invade
Desde já sua saudade
É o que temo e o que transborda.

3 comentários:

  1. Oi, seu blog é muito fofo, amei os textos! Da uma checada no meu tbm, please?
    É novo, mas é sobre a minha (e do meu namorado) fotografia.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Muito fixe o conteudo do teu blog. segue o meu tb: http://crm-sonhosinterrompidos.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  3. i want to share you about my snipet, like ASP.Net, PHP, Jquery, Jquery Mobile, Android, HTML 5, Css, Sql Server on KodeKodeKode Share Code

    ResponderExcluir

Picolé de Chuchu ;

Fria e Indigesta !