7 de out de 2010

Leilão .

Quanto custa ser feliz ? Qual foi o maior lance ? Eu cubro !
Eu dobro, triplico. Faço qualquer negócio, aqui, ali, agora, desde que eu tenha você, leve você, te compre, te tenha aqui, pra sempre, ou até amanhã.
Vamos, por favor, eu só preciso ter você e mais nada. Nem casa, nem verso, nem música, você é a síntese de tudo.
Eu pareço desesperada ? É, devo parecer mesmo, é porque estou. Estou te vendo objeto-do-meu-desejo posto a venda, posto a venda por mim. Como eu pude te hipotecar ?
Então, amor, eu cubro, dobro, triplico, mas vem, volta.
Volta, amor, porque eu preciso de você para sorrir.
Volta amor, acredita amor. Acredita, porque eu - sem você - não sou nada.
Acredita, amor e me dá a mão. E vem comigo. Que eu te cubro de amor, eu te dobro de amor e eu triplico, amor, juro que sim, se você vier comigo.

4 comentários:

  1. Eu vou fazer um leilããão, quem dá mais pelo meu coração? Me ajude voltar a viveeeer... Eu prefiro que seja você ♫

    (não resisti :x)

    ResponderExcluir
  2. Gostaria de ter suficiente coragem para recitar esse mesmo texto à uma pessoa...

    ResponderExcluir
  3. E por acaso não é o amor que nos dá vontade de viver?

    ResponderExcluir
  4. Infelizmente só depois que a gente perde é que dá valor, e ai já é tarde, a gente se descuidou e a hipoteca venceu... bjs

    ResponderExcluir

Picolé de Chuchu ;

Fria e Indigesta !